2 de setembro de 2015

Nióbio, o Mineral mais raro do mundo

Por Felipe Marques
O Brasil possui a maior reserva de nióbio do mundo com cerca de 98% de toda a produção mundial e nosso governo exporta a preço de banana para as maiores nações armamentistas do mundo. Você sabia que a ressonância magnética é feita com nióbio? E que todos os ônibus espaciais dos Estados Unidos possuem nióbio?
Esta simples pepita tem um valor inestimável e muito raro para nosso país. Se cair em mãos erradas tudo se complica!
Esta simples pepita tem um valor inestimável e
 muito raro para nosso país.
Se cair em mãos erradas
tudo se complica!
Pois é, o nióbio é um metal tão raro que existem apenas três minas no mundo inteiro, em Araxá – MG, em Catalão – GO e no Canadá que tem os 2% restantes de toda a reserva mundial do elemento. Com o nióbio a CMN que é uma das mineradoras bancou o projeto Fome Zero que foi o precursor do Bolsa Família.
Outro país que tem um grande benéfico do nióbio é a Inglaterra, apesar de não ser produtora do minério eles extraem do país pelo menos 50% da nossa reserva, é daí que entra a demarcação de terras da reserva Raposa Serra do Sol que fica em Roraima e no Amazonas, e lá está a maior reserva de nióbio do planeta. Em São Gabriel da Cachoeira fica esta reserva que fica perto da Guiana Inglesa, onde sai todo o contrabando de nióbio para abastecer todo o armamento do Exército Britânico.
Caixas para exportação de nióbio. Este é o armazenamento do mineral  que sai daqui à preço de banana!
Caixas para exportação de nióbio
Outra questão importante é a demarcação para facilitar a invasão de grupos estrangeiros e a morte de índios nessas invasões, e por uma grande coincidência o nióbio brasileiro está do lado de um grande amigo de Dilma e Lula: a Venezuela. Quero chegar a algo que poucos sabem e que a grande mídia petista jamais irá assumir.
Produtos feitos com a extração do nióbio
Com o nióbio nós temos uma grande capacidade de produção em larga escala com vários elementos como os aparelhos de ressonância magnética que tem composições de nióbio entre seus minérios utilizados. Temos também como já fora dito mais acima neste post a produção de equipamentos para naves espaciais, principalmente da Nasa com o nióbio sendo muito utilizado desde os tempos da chegada do homem à lua.
Também é feito para fabricação de componentes de fabricação de capacitores, substituindo o tântalo nesta produção e se convertendo a um supercondutor quando utilizado em temperaturas criogênicas.
Esta é a tabela periódica que mostra todos os pontos do Nióbio.Nosso nióbio é tão raro que existem teorias que destacam a utilização deste elemento para fabricação de bombas nucleares e artigos para auxiliar a produção de armas de destruição em massa como por exemplo as bombas de Hiroshima e Nagazaki. Com apenas metade do que foi utilizado na segunda guerra mundial o nióbio poderia constituir esta produção criando assim bombas muito mais potentes e com isso a destruição de um país inteiro com dimensões pequenas, como Suíça por exemplo.
E de imenso risco tudo o que possa acontecer com o mundo caso nossa produção de nióbio caia em mãos erradas, e pelo visto o governo do PT e o Foro de São Paulo está louco para jogar nosso grande mineral para mãos que só querem fazer o terrorismo. O que dizer então da ligação do Hamas e do Hezbollah com o PCC? Não estou aqui dizendo nada que o partido seja ligado à grupos de bandidos mas é estranho demais saber que o Foro é composto de vários grupos de guerrilha da América Latina, sendo o mais conhecido deles as Farc, se bobear até a Al – Qaeda está no meio do rolo!
Com o nióbio também é possível produzir jóias raras e com uma margem de lucro astronômica já que todo o material é contrabandeado à preço de banana. Como se a OPEP vendesse um barril de petróleo ao custo de apenas US$ 1,00. Estamos assistindo de camarote ao roubo do nosso maior mineral com o grande risco de assistir uma verdadeira guerra por este mineral que poderá ajudar de forma vergonhosa a iniciação desta guerra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário